Capacete: o acessório n° 1 na segurança dos pilotos!

O uso do capacete é primordial para quem vive sobre duas rodas. Mas qual modelo é perfeito para o seu dia a dia?

Escolher o capacete ideal é sempre uma dúvida cruel não é mesmo?? São tantos modelos, cores, marcas e acessórios que fica difícil escolher qual o melhor, mas fique tranquilo! Hoje vamos dar algumas dicas importantes para você sempre andar protegido! Aprenda a identificar os modelos de capacete ideais para cada tipo de uso.


* Capacete escamoteável: este modelo é o mais recomendado para aqueles que usam a motocicleta como fonte de renda, pois permite que o piloto levante a parte inferior do capacete, o que facilita a comunicação sem precisar tirá-lo da cabeça. Mas fique atento! Utilize o capacete aberto somente quando estiver parado com a motocicleta, ao se movimentar feche-o, afinal, usá-lo aberto expõe o rosto aos impactos e aumenta os riscos de lesões em 70%. Na hora da compre busque marcas bem avaliadas, de preferência com reforço na abertura do capacete para que ele não abra em casos de acidentes.

A imagem mostra um capacete escamoteável aberto e fechado.

Boa comunicação sem abrir mão da segurança.

* Capacetes Trail: ideal para uso em trilha, este modelo possui uma proteção superior para resguardar a visão do piloto, mas não possui viseira. São os óculos (comprados separadamente em alguns casos) que fazem a função protetora dos olhos. Estes capacetes não são recomendados para uso em estradas, portanto, opte por ele somente em trilhas, flat-tracks, enduro etc.

A imagem mostra um capacete esportivo com proteção superior e óculos protetor.

Perfeito para a prática de esportes.

* Capacetes fechados: são os mais recomendados para o uso geral, pois oferecem total proteção da cabeça. Lembre-se, quanto mais caro o capacete, mais seguro ele é. Não economize na escolha deste importante acessório. Invista em qualidade e conforto para uma pilotagem segura e agradável. Sua vida não tem preço!

Os capacetes em geral possuem inúmeros tipos de composição, são eles:

* ABS: são capacetes construídos com resina termo-plástica, sua capacidade de absorção de impacto são mais fracas, o que faz com que os modelos ABS tornem-se mais baratos, sendo o modelo de capacete mais acessível, mas fique atento! Este modelo de capacete não é o mais recomendado no quesito segurança, já que alguns modelos mais frágeis de marcas menores podem amassar, ou ate mesmo quebrar em um acidente.

* Fibra de vidro: possuem uma proteção 5 vezes maior que o ABS e não têm risco de rachar, amassar ou quebrar. Essa é a melhor escolha para quem procura um capacete intermediário; afinal não são tão caros e oferecem mais proteção.

* Fibra de carbono: ainda mais resistentes que os de fibra de vidro, geralmente são os mais leves do seguimento. A maioria possui inserção de Kevlar, (fibra sintética de aramida, as mesmas usadas em coletes balísticos) o que torna os capacetes mais resistente a impactos.

* Tri-composto: são os capacetes mais seguros até o momento, possuem um projeto mais refinado, com testes de ponta e desenvolvimento avançado. Além da grande camada de Kevlar, este tipo de capacete conta com a união de fibra de carbono, fibra de vidro e ABS. Sendo a melhor opção de proteção para todos os motociclistas, mas especialmente para quem faz uso esportivo ou longos trechos de viagem.

A imagem mostra um capacete com saídas de ar estratégicas para maior circulação.

Saídas de ar são estratégicas para maior circulação.

Alguns capacetes podem vir com acessórios importantes, fique atento às entradas de ar, opte por capacetes com entradas frontais e superiores, isso facilita a circulação interna de ar no capacete, deixando a pilotagem mais confortável.

* Óculos internos: permitem ser acionados em momentos ensolarados, impedindo que a visão seja ofuscada pelos raios do sol. Geralmente os capacetes com óculos interno têm o formato mais arredondado e são um pouco maiores que o normal.

A imagem ostra um capacete com óculos interno ajustável.

Os óculos internos são importantes para proteger os olhos.

* Suporte interno para óculos: alguns capacetes possuem um encaixe para os pilotos que usam óculos de grau. Este suporte impede que os óculos balancem e saiam da posição correta em curvas e trechos esburacados; se este for o seu caso, esse adicional é crucial.

* Narigueiras e forros removíveis: a narigueira é um suporte de plástico implantado na frente do capacete que serve para evitar que o mesmo embace com a respiração do piloto. Alguns modelos permitem que ela seja removida sempre que necessário. O forro removível é interessante, pois facilita a lavagem interna, aumentando a durabilidade e garantindo uma melhor higiene do capacete.

A imagem mostra um capacete com narigueira e forro removível.

Maior higiene e proteção.

* Engates: existem dois tipos, o Micrométrico, mais conhecido como Engate Rápido” e o Engate Duplo D. O engate rápido é o mais visto nos capacetes, o suporte em plástico possui uma presilha de ajuste rápido à jugular, no entanto, os capacetes com esse tipo de suporte são “mais frágeis”, pois dependendo do acidente, ele pode se soltar da cabeça devido ao impacto com o solo.

A imagem mostra o engate Micrométrico e o engate Duplo D.

Acessórios essenciais para aumentar a proteção.

 

O engate duplo D é considerado o engate mais seguro do mundo, não havendo riscos do capacete se soltar, eles possuem uma garantia maior de proteção e segurança. Geralmente os capacetes com este engate são os usados em corridas, e por pilotos que buscam garantir a proteção. Algumas marcas possuem a presilha do capacete rebitada por um parafuso, isso aumenta ainda mais a proteção, como, por exemplo, a LS2 que possui esta forma de composição patenteada e registrada como uma norma da marca.

Não poupe investimentos no capacete! Lembre-se, o barato sai caro! Invista na sua vida, invista em segurança. Na boutique de nossa loja possuímos inúmeros modelos que combinam com você, fique a vontade para nos visitar e garantir o melhor em sua proteção. Entre em contato: http://funbike.com.br/categoria-produto/pecas-e-acessorios/

Assista esse vídeo para informações complementares:

 

Por: Matheus Fabro

Revisão: Patricia Guimarães